Domingo, 19 Nov 2017
Banner

Usuários Online

Nós temos 73 visitantes online

Usuário cadastrado



   
PDF Imprimir E-mail

 

 

Seja bem-vindo ao cenário atual do Mercado de trabalho!

Por Thalita Siqueira Leite

 

O sonho de todo recém-formado é acabar o curso de graduação, e conseguir o emprego dos sonhos... mas, nos dias de hoje, o diploma não é a garantia de sucesso profissional. Geralmente muitos têm a sorte de acabar o curso, e logo em seguida ser efetivado por algum estágio que fez ao longo da graduação, só que infelizmente nem sempre é isto que acontece.

A espera por um emprego na área, muitas vezes deixa a pessoa frustrada e confusa, em relação à escolha que fez da graduação. Neste momento é importante frisar que para manterem-se no mercado de trabalho, as pessoas devem buscar especializações na área e cursos de aperfeiçoamento. Para o especialista em Recursos Humanos, Lizandro Zerbone, este é o caminho ideal para quem quer uma carreira de sucesso. “ É fundamental investir cada vez na especialização em outras áreas, como pós-graduação.”

O mercado está cada vez mais exigente. O perfil de alguns anos atrás, não atende mais as expectativas atuais. Hoje todo profissional deve estar mais focado, principalmente nos resultados.”Lizandro Zerbone

A preparação também é fundamental para a competitividade! Segundo a Psicóloga Marisa Gonzaga, “o funcionário não pode esquecer que as competências comportamentais também são muito importantes. Então se soma as especializações ao autoconhecimento. Procure se conhecer, e tenha uma boa atitude dentro do mercado de trabalho”.

O ritmo das mudanças requer que o profissional adote uma postura pró-ativa em relação à educação e desenvolvimento articulado, destacando a formalidade e a informalidade em sua gestão na empresa. A psicóloga ainda ressalta que os principais dados comportamentais levantados nas organizações são bom humor, a pró-atividade e a facilidade em trabalhar em equipe. E ainda acrescenta que “a empresa deve contribuir com a satisfação do empregado. É bem mais fácil se o funcionário gosta do que faz e principalmente do ambiente de trabalho, pois ele passa a maior parte do tempo naquele local.”

Os efeitos da crise econômica afetaram a instabilidade do mercado de trabalho, e diante desta situação o profissional investiu ainda mais na carreira profissional, visando abrir um leque de opções.

“Quando a economia vai bem o emprego vai bem, se a economia vai mal, o emprego também.” Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi

Antigamente a maioria das pessoas trabalhava em uma única empresa, fazia carreira e se aposentava, completando ciclo na corporação, mas devido à competitividade do mercado e aos efeitos da crise, a situação atual é outra. Com o advento da globalização, as oportunidades cresceram, surgiram novos segmentos dentro daqueles que existiam. Com isso, os profissionais especializados tiveram oportunidades de ingressar em outras empresas.

Em um mercado cada vez mais competitivo, ainda existem áreas que oferecem oportunidades, que acabam não sendo ocupadas. O principal motivo para o não preenchimento das vagas é a falta de qualificação dos profissionais, o que conta Patrick Aguiar Carvalho, Chefe da Divisão de Estudos Econômicos do Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

Ser um bom profissional não depende da faculdade, mas sim de você mesmo, do quanto você "corre atrás", e se você tem o espírito empreendedor, que é a característica mais importante em um profissional de qualquer área, sem dúvida vai se sair bem e terá muito sucesso!

 

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. . Formada em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário de Barra Mansa, e pós-graduanda em Marketing Empresarial, pela Universidade Federal Fluminense